quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A areia é preta mas a saudade é pura

A um mês e alguns dias de terminar meu intercâmbio e de começar a desabar de chorar pelas pessoas queridas que aqui deixarei e pelos momentos singulares vividos na Guatemala (ver posts sobre tatu empalhado, terremoto, chuva de cinzas, imigração etc.), chego à conclusão de que os sentimentos experimentados são os mais diversos possíveis. Saudades então, nem se fala. Poderia enumerar, se eu soubesse contar até onde chegaria esse número, as milhares de coisas não-óbvias das quais sinto falta do Brasil e tudo que extrañaré* de Guate com todo meu coração.

Para economizar meus dedos e seus olhares, melhor um Top 5, que já adianta o nosso lado:

Coisas não-usuais das quais eu sinto falta

1. Vassoura de piaçava (ao som de “Ê saudade que bate no meu coração”);
2. Transcol (acreditem, capixabas);
3. Caixa eletrônico (na Guatemala as operações são limitadas, ou você vê seu saldo ou saca dinheiro. Transferência e extrato são palavras inexistentes no vocabulário chapin, em compensação a palavra fila faz parte do imaginário social há 700 anos a.C.);
4. Ir a restaurantes e tomar sucos que não sejam de lata;
5. Sair à noite e voltar depois da 1, 2, 3, 4, 5h da manhã (aqui à 1h eles acendem a luz, desligam o reggaeton e te mandam pra fora).

Coisas das quais sentirei uma saudade absurda

1. Caronas (sério, esse é o país do jalón** e cada família da classe média tem um carro pra cada integrante, bizarro);
2. Não suar da hora em que você acorda até a hora de dormir (obrigada Vitória!)
3. Sushis de abacate sem abacate (sempre peço pra tirar, sério, qual é a função do guacamole na comida japonesa?);
4. Comer frijoles volteados no café-da-manhã vez ou outra;
5. Ir às praias do Pacífico e ficar encantada com a areia preta, achando que é a primeira bizarra maravilha do mundo.

Falando em areias pretas e no Pacífico, não é que tem um Mira Pues quentinho como o litoral guatemalteco, rapaz? Dessa vez Fábio e eu conseguimos um estagiário que roubou a cena nas gravações e resultou num vídeo um tanto quanto engraçado e repleto de piadas internas.

Que Piscinão de Ramos que nada, o lance é você ir a uma praia pública, pegar uma micose e ser feliz.

Dá o play, Maca.



*Extrañar = sentir falta
**Jalón = carona

14 comentários:

.fábio disse...

PRIMEIROOOO!

pronto, cabô!

Daniela Brandão disse...

Renata, num vai embora não!!! Seu blog é muito bom, racho de rir!! E que superprodução do "Mira Pues", até estagiário já tem, só falta um patrocinador hehe

(aproveita muito essas próximas semanas aí)

bjos

Daniela

fmotoki disse...

Huahuahua! Guacamole eu ñ sei. Se fosse abacate puro, seria pela gordura, que dá a untuosidade ao sushi, assim como um bom atum ;) Por isso que o California nos EUA tem abacate, e ñ manga :P

Fiore disse...

Rets!!!
Nuestra Guatemala querida es inolvidable; desde que sali de allá no he vuelto a tomar Michelada (creeme que la extraño), ni a comer Chirmol :( pero lo que mas extraño de alla es ver a las personas con traje tipico en la playa... Not

Rets, casi muero de la risa con Mira Pues; la primera vez que lo vi (en mute en la oficina) tuve que ir a la cocina a reirme porque ya me estaba poniendo roja de tanto aguatar. Y la segunda vez que lo vi en casa me he tirado al piso de la risa.

Me encantó el "mucha... tengo una idea" Wajajajaja

Beijos querida

GUTO disse...

Niponicaaaa,

Primeiro: O que sería Transcol? Tipo o transporte urbano de Vitorilis?

Nao quero saber desta nostalgia nao!!!!Quer dizer..nao quero pensar nela!!!Nao vai embora nao...fica vai!!!!

Obrigado por me agregar no seu Bloris como estagiario que roubou a cena....meus dotes artisticos sao tao instintivos que ultrapassam a barreira da subordinacao de ser um estagiario....hehehehe

Já to com saudade gata niponica malhada querida...Um bjao

Renata Murari disse...

Estagiário querido.

Vou te chumbar no meu coracao!
Te querooo aiuhauihauiah

bjooo

Guto disse...

¡Listo, estamos emplomados uno en el corazón del otro!

Te quiero la vida!

danielblaia disse...

nussa, frijoles volteados são bão dimais!!!

guate, eterna primavera. a diferença é: hoje chove ou não chove? bão dimais o clima...

já to com saudades de varias coisas jah...

maravia!!

abs

Daniel Blaia

Gleyson disse...

"Psicinão".

Larga mão de ser fresca e volta logo, você é patrimônio canela-verde! Ó leléu, ó leléu da AJELLSOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!

PS: Peguei um Transcol MUITO cheio agora, e olha que o Terminal de Itaparica foi uma boa pra quem mora na região.

Bjs

Martinho disse...

Ainda não zuaram o "CUAL é a função"? uhauhahu... buenísimo!

Renata Murari disse...

uiahaiuhaiuahaiuhaiuhaiu

xiiiiiiiiiiiiii portunholismo barato

Ronald disse...

Drag,
Vc está no Top 5 de minhas saudades!! bjs

Bárbara disse...

Re: adorei esse episodio do Mira Pues (na verdade adoro todos eles!!)

Guto: eu nunca tinha pensado que a areia preta era asfalto ralado!!! muito boaaa!!!
(na Costa Rica também é assim!)

Aline =) disse...

ei primaaa!!!
mais um bloggg sensacional...e o mira pues mais uma vez imperdivel!!Gostooo mttt!!!

Masss...tenho saudades:
1- minha prima queridaaaa akii por pertooooo...
volta logooo!!!!
bjoksssssss